Porque um adolescente merece ir além de “aprovado no vestibular”

adolescente

Como eu já havia dito em uma outra crônica que postei aqui no blog, minha adolescência passou em um piscar de olhos. Claro que, para alguns, eu ainda sou adolescente, mas na escala de idades do The Sims, eu gosto de me classificar como jovem adulta, então eu sustento o que digo quando falo que minha adolescência ficou para trás. Dando uma boa olhada nela, foi ótima, porém teria sido muito mais aproveitada se eu não estivesse cheia de pressão por parte de todos.

Adolescência é aquela época boa da vida das primeiras experiências, tipo a primeira paixão. É tão boa, que infelizmente, só dá para perceber que é boa quando deixamos passar. Uma das principais pressões que colocavam em mim era sobre o que eu queria escolher no vestibular. Todos ralhavam quando eu falava que queria fazer Artes Plásticas. Uns diziam que não dava dinheiro e o mercado era pequeno, outros falavam que era apenas uma fase minha. Enfim, escolhi o jornalismo e não cheguei a ficar tão paranoica com o vestibular como muita gente da minha idade tinha ficado.

Nos dias atuais, é motivo de orgulho falar que Fulana ficava 14 horas por dia estudando e passou no vestibular de medicina da Federal. Muito bom para Fulana, sério, não tiro o mérito dela. Mas talvez tenha sido um pouco demais? Pense em todas as coisas que ela perdeu em prol de ficar 14 horas por dia decorando um monte de coisas somente para uma prova.

Eu realmente acho terrível ocupar completamente os poucos anos de adolescência, que nunca mais vão voltar, com algo que você terá que fazer durante o resto da sua vida. É um pouco triste pensar que é necessário estudar o dia inteiro para conseguir uma vaga em um curso superior público, já que não é realmente algo para todos.

Claro que não estou falando para os adolescentes deixarem de estudar. Estudar para algo importante como o vestibular é essencial, ainda mais se a concorrência for grande, é mais do que necessário correr atrás e garantir o seu. Porém, eu acho que a pressão que é posta sobre os adolescentes durante essa parte da vida pode fazê-los perder a melhor parte dela, entende?

Do mesmo modo que os ensinam que as grandes responsabilidades estão chegando, devem mostrar que não são nenhum bicho de sete cabeças e cada coisa tem seu tempo. Acho que não há nada pior do que um adolescente que vive como um adulto ou um adulto que pensa que ainda é adolescente. Então, está aí o meu porquê de que os adolescentes merecem mais do que um “aprovado no vestibular” como conquista de vida. A vida é cheia de conquistas, parte delas só são possíveis quando somos jovens, o vestibular é uma delas, mas não deixe parar por aí. 🙂

Beijão,

=)

P.S.: Desculpem o sumiço! Feriadão tava aqui, sabecoméné, hehe 😀

Anúncios

20 comentários em “Porque um adolescente merece ir além de “aprovado no vestibular”

  1. Parece que o tempo todos as pessoas querem nos pressionar em relação a algo, não só no vestibular e não só na adolescência. Eles querem decidir o tempo todo o que é melhor pra cada um de nós e isso não é da conta de ninguém, né? O importante é saber priorizar o que realmente importa.
    ;*

    • Falou tudo! Tá cada vez mais complicado encontrar pessoas que cuidam da própria vida e nos deixam viver a nossa como achamos melhor. ótima observação! Obrigada pela visita ❤

  2. Como diria uma amiga minha, na nossa adolescência, “vestibular é algo tão importante que só deveria ser feito, no mínimo, depois dos 30 anos de idade.” Eu, com quase 40, ainda não decidi o que quero ser quando crescer. Ela, antes dos 30, já era doutora.

    • Sua amiga está certíssima. É coisa demais pra cabeça pensar cedo em vestibular, mas a vida é dura pra quem é mole, né? Hehe 🙂 obrigada pela visita! 😀

  3. A pressão é gigantesca, não culpo meus pais, eles sempre se preocuparam na pessoa que eu me tornaria e o que eu seria da vida. Mas graças a Deus mesmo com tanta pressão acabei fazendo o que eu realmente amo. Pior é quando vc ama algo e sua família vai totalmente contra, não por ser uma coisa ruim, mas pelos padrões da sociedade dizerem que não é algo tão bom, ou não apenas o suficiente.

    http://www.charme-se.com/

    • Foi, infelizmente o meu caso, sempre amei Artes, mas graças à essa barragem social não pude fazer o curso… por enquanto! Percebi tarde para ligar menos para o que os outros acham e assim que puder, começarei a faculdade que tanto quero, hehe 🙂 Obrigada pela visita, viu? ❤

  4. O adolescente tem o privilégio de ter boa parte do tempo livre para realizar bastante coisa devido à própria fase. Sua única preocupação de fato será que estudar e dar o melhor resultado para si e para os pais. É claro que existem várias famílias e nelas inclui diversos perfis de adolescentes. Ora, quem tem a vantagem de ter nascido numa classe média terá muitas oportunidades de estudar, fazer escolhas e ter muito tempo para se divertir. Do contrário, a única chance de ter uma vida melhor é se dedicando o maior tempo possível nos estudos para ter certa garantia no futuro, o que hoje nenhum canudo de formação superior garante. Por tanto, em minha opinião a questão é muito relativa. Eu por exemplo, tive que estudar muito e ainda continuo estudando, pois a vida é uma contínua formação. Você não pára nunca de estudar e se formar na vida. Agora, quem tem o luxo de poder brincar um pouco mais ok. Aproveite! Na vida dá tempo pra tudo. Basta unicamente se organizar e adequar-se. Em relação às pressões que passamos, concordo com você. Não sou a favor de um jovem estudando horas trancado no quarto para conquistar uma vaga, mas também não sou a favor de ele ganhar uma vaga sem nada fazer. O mundo te oferece todos os meios possíveis pra se chegar a vencer na vida, mas não há vitória sem esforço. Por que todos podem ter o sucesso. Só que algumas pessoas desejam conquistar seus ideais de maneira fácil. Isso não existe! Por isso que o país estar cheio de corruptos. Basta estudar e conciliar os horários para a diversão. Eu não sou de classe média e não tenho problema nenhum com quem tem. Eu por exemplo, tive uma educação de muito custo e ter conquistado minha formação foi graças ao amor e esforço da minha mãe que me criou sem o meu pai. Então assim, essa questão é bem instigante e relativa. Acho que deu pra entender. Sua visão é maravilhosa e abre espaço pra que os jovens não se punam tanto na hora de se dedicar no vestibular. É melhor baixa a bola e manter a serenidade. Grande abraço querida. Parabéns.

    • Claro que existem muitas variantes e cada pessoa é uma pessoa, mas acho que nem sempre se foca no tudo ou nada. Eu tive uma educação boa, mas mesmo assim estudei bastante para o vestibular, e no final das contas, que vejo que o tanto que eu estudei não foi realmente tão necessário como parecia ser e eu acabei abrindo mão de certas coisas. O negócio é curtir e saber definir suas prioridades 🙂 Que bom que gostou do texto ❤ Muito obrigada pela visita 😀

  5. Já pensei sobre isso e é realmente tenso. O curso que a vida segue, é um tanto cruel. No ensino médio somos pressionados a se matar de tanto estudar para passado no Vestibular. Para então, quando você achou que estudava muito, ter que estudar ainda mais para dar conta do curso que escolheu, juntamente com o estágio ou emprego que você tem para ou pagar o curso caso seja particular, ou ajudar em casa ou simplesmente ter seu dinheirinho. Então você, com muito esforço, se forma para então. Ser muitas vezes “escravo” do sistema. Trabalhar a maior parte das “horas úteis” do dia para chegar em casa, comer, descansar para no dia seguinte começar tudo de novo. É um choque muito grande da adolescência de várias horas livres, para a fase adulta de várias horas de trabalho 😦
    Mas o incrível é, que o danado do ser humano consegue se adaptar e consegue dar conta dessa rotina.

    • Nossa, nem me fale. Minha vida é exatamente como você acabou de descrever. É cansativo e desgastante, mas mesmo assim, é o que nós nos esforçamos para ter. Fazer parte do sistema é complicado, poucos são os felizardos que conseguem fugir dele! Eu realmente espero que, no final, tudo valha a pena, hehe 🙂 Obrigada pela visita! Abraços 😀

  6. Concordo com você acho que em cada momento da vida temos que viver de acordo com a idade que temos, e sempre aproveitando cada momento…Nossos sistemas são uma merda, e a educação pior ainda, porque não cria seres humanos amáveis e sim concorrentes e que sempre tem que ser o melhor independente de quantas pessoas tem que pisar para conseguir os objetivos..Bjuss lindona adoro seus textos..

    http://petitluxo.com/

    • É realmente terrível essa concorrência constante que todo mundo aprendeu a ter desde novo. Excelente observação 🙂 Obrigada pela visita, beijos ❤

  7. Realmente, disse tudo! Parabéns pelo texto e o blog, muito bom! 😊 Mas aproveitando a oportunidade haha, você faz jornalismo? O que tem achado do curso? Tenho vontade de fazer e queria saber algumas opiniões. Beijos, linda, muito sucesso aqui pra você 😘

  8. Realmente temos que saber conciliar vestibular,trabalho com vida social que também é importante ! Ótimo texto !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: