Letíciando

Unboxing: Nerd Loot #1 – Setembro

1

Eu não tinha comentado nada por aqui, mas eu assinei o serviço do Nerd Loot mês passado e finalmente chegou! Ebaa! Vocês não têm ideia de como fiquei ansiosa, não consigo pedir coisas pelo correio sem antes ter alguns ataques de ansiedade, hehe. O Nerd Loot, para quem não sabe, é um é um serviço de MysteryBox com produtos criativos e temáticos, para colecionadores e apreciadores da cultura nerd + geek + gamer. Lembra bastante a conhecida Glam Box, só que na versão nerd, claro.

O tema desse mês era Heróis vs Vilões e foi o primeiro loot. Por ser novo ainda, não foi aquele loot bombástico que todo mundo esperava. Teve muito bafafá no Facebook sobre os produtos que viriam ou não e sobre o preço deles. Muito gente esperava que viessem funkos, mas, infelizmente, não aconteceu. Claro que o Nerd Loot ainda é um bebê e estou bem ansiosa para vê-lo crescer e ir melhorando. 🙂

Agora, sem mais delongas, vamos descobrir o que veio no meu loot! 😀 (Cada loot é igual, porém há itens sortidos para dar aquela variada)

3

Aqui meu coração já estava palpitando por ver o Thor ❤

4

É uma Clip Bag! É sortida, também havia do Capitão América, Homem de Ferro, Hulk e Homem Aranha

5

Um gorrinho do Batman

6

A camiseta linda maravilhosa. Tamanho P feminina!

7

Anel “Why So Serious?” ❤ ❤

8

É UM POSTER DE PUGS! UM POSTER DE PUUUUUUGS! to morta, só um segundo.

9

Um button

10

Esquadrão Suicida #2 e #3 (queria o #1 também 😦 )

11

Cards explicativos sobre cada item

12

Descontos na Galapagos e na Nerd Universe ❤

Como a camiseta ficou no meu corpitcho

Como a camiseta ficou no meu corpitcho

O que eles prometeram: Um serviço que você assina todo mês e recebe 5 a 7 produtos da cultura Nerd/Geek, incluindo sempre uma camiseta exclusiva Nerd Loot. Aliás, foi informado também que seria aproximadamente R$ 200 em produtos.

O que fizeram: Realmente veio a quantia de produtos prometida e, pelas contas que fizeram em um dos grupos de Facebook dos exploradores, deu em torno de R$ 170 reais em produtos. Não é exatamente R$ 200, mas como é aproximado, tá valendo! As produtos realmente são de ótima qualidade.

Vale a pena? Eu adorei o loot e tô aguardando ansiosamente para as próximas edições. A camiseta é de um material muito bom e confortável.

O que eu não gostei: Não gostei muito do gorrinho do Batman, porque não é algo que eu usaria em meu dia-a-dia. E o desconto da Galapagos é de 10%, seria até legal, se o jogo não custasse quase 200 dilmas também. Mas em geral, para um primeiro loot, acho que eles conseguiram cumprir com o prometido.

Chuto que normalmente o prazo de entrega é razoável, porém o meu demorou cerca de duas semanas para chegar porque os correios de Porto Alegre resolveram entrar em greve justo no dia do envio dos loots. Muito azar, né? Mas o que importa é que chegou inteiro ❤

E aí? Curtiram? Me contem o que acharam do Nerd Loot nos comentários! 😀 Desculpem o sumiço dos últimos dias, eu viajei e a temida semana de provas chegou. Juro que os posts voltaram com todo o gás!

Beijenhooos,

=)

Jogos simples de celular para treinar os reflexos!

Não sei vocês, mas eu sou viciada em jogos de celular, sempre jogo quando posso e me mato para sempre quebrar os meus recordes. Ultimamente, tenho gostado mais dos jogos simples, com gráficos minimalistas e bonitinhos. Mesmo parecendo simples demais, não é bem assim, é necessário quebrar a cabeça com alguns para atingir os objetivos e eu acho que é isso que os torna desafiadores e viciantes!

Separei cinco joguinhos leves para celular super legais! É aquele tipo de joguinho que se você pegar e olhar, não daria nada por eles, mas são extremamente viciantes! Eu adoro jogos que nos ajudam a treinar nossos reflexos e fico bem satisfeita quando vejo que tô mandando bem!

Aviso logo que se você se vicia fácil em jogos de celular… Esse é o post ideal para você, haha! Todos os joguinhos são igualmente simples e difíceis, que fazem você querer se esforçar para se superar! Dá uma olhada:

Screenshot_2015-09-21-09-47-04

  1. Jelly Jump

Sobre: Basicamente, você é uma gelatina e tem que pular para ganhar pontos. No começo é bem fácil, mas depois fica bem difícil. O legal é que você pode ganhar pontos e ir criando novas formas para a sua gelatina! A minha favorita é esse polvo! ❤
Meu recorde: 32 pontos
Disponível para: Android e iOS.

Screenshot_2015-09-21-09-48-54

  1. Zig Zag

Sobre: É dos mesmos criados do Jelly Jump. Nesse jogo o objetivo é conseguir ir o mais longe que consegui equilibrando a bolinha em cima da “pista”. Com os pontos, você consegue comprar bolinhas de cores diferentes.
Meu recorde: 301 pontos
Disponível para: Android e iOS.

Screenshot_2015-09-21-09-50-50

  1. Don’t touch the spikes

Sobre: Você controla um passarinho, que deve bater nas paredes para conseguir pontos. Se tocar nos espinhos, você perde! O legal desse jogo, é que tem vários modos: tem modo de jogo para duas pessoas jogarem juntas, tem o modo caverna e o modo parque, que são muito legais também. Todos seguem o princípio de não poder tocas nos espinhos!
Meu recorde: 23 pontos
Disponível para: Android e iOS.

Screenshot_2015-09-21-09-51-37

  1. Zombuster

Sobre: Bem no estilo de joguinhos de Watari, nele você é um matador de zumbis que deve atirar apenas nos zumbis e evitar as pessoas. Mais um jogo que no começo é bem fácil, mas vai ficando bem difícil. Quando mais zumbis, mais pontos, então dá para comprar personagens, como esse bruxo legal aí do print! 😀
Meu recorde: 91 pontos
Disponível para: Android e iOS.

Screenshot_2015-09-21-09-52-13

  1. Turbo Bit

Sobre: Lembra daquele joguinho de fliperama que você deve desviar dos carrinhos? Mesma coisa! Um clássico que é super divertido!
Meu recorde: 60 pontos
Disponível para: Android e iOS.

E aí? O que acharam? Joguem e depois me contem os recordes de vocês e se conseguiram me superar, haha! 🙂

Beijão,

=)

O que vestir e o que levar em um show de rock?

show

O Rock in Rio 2015 tá chegando e vejo que muita gente tá bem animada, fazendo contagem regressiva e tudo mais! Eu, infelizmente, não vou no Rock in Rio, porém, ainda esse mês vou para o Live Music Rocks, que é um festival de música da Samsung, que vai acontecer em São Paulo. Então, podemos dizer que estou bem animada, por que são raras as oportunidades que tenho para ir em shows (morar no Espírito Santo tem lá suas desvantagens, bandas nunca fazem shows por aqui).

Eu vi vários posts mostrando looks legais para shows, lindos, porém a maioria das vezes, não eram nada confortáveis! E, para mim, conforto é algo que não se pode faltar em um show, principalmente porque eu teria que ficar de pé por horas, no meio de um monte de gente. Conforto é a chave para um show bem aproveitado e tranquilo, sem passar por perrengues.

looks

Esses seis looks que separei são claramente confortáveis. Shorts, leggings e calças jeans são perfeitos para estar no meio da multidão. O look com a saia, claro, é para quem tem a oportunidade de ficar em um lugar mais confortável e menos lotado, como pistas premium e afins. Nada muito justo ou apertado, acho que blusas mais larguinhas são as melhores pedidas porque você pode passar muito calor (muito provavelmente vai passar, haha). Acho que T-shirts de bandas são legais, mas não essenciais, mas vamos admitir que ficam bem mais no clima de show de rock, né? 🙂

BOLSAS

Outro erro que vi muito em posts com looks para shows é que alguns deles contavam com bolsas enoooormes. Isso é bem errado, porque: 1º você não pode levar muita coisa para dentro de um show. Muitos lugares não aceitam que levem garrafinhas e só alguns permitem a entrada de lanches, mas acho que a correria de um show é tanta que você nem vai ter tempo para comer direito. Se acha que vai sentir fome, leva um Club Social, que é pequeno e sacia.

2º como eu disse, você vai estar no meio da multidão, uma bolsa grande, além de ser um incomodo para quem vai estar perto, pode ser muito bem agarrada e levada embora. Muitas vezes não há guarda-volumes, então uma hora ou outra, a bolsa grande vai virar uma chateação para você. As bolsas menores, de alça, são as melhores porque cabe tudo o que você precisa e não ocupam muito espaço, fora que você pode passar ela pelo peito e vigiá-la o show inteiro.

SAPATO

Outra coisa que também erram muito na hora de indicar: sapatos de salto alto. Muitas vezes botas de salto alto também. Digo e repito, você vai estar no meio de uma multidão, imagina pisar no pé de alguém com esse salto! Se desequilibrar e cair pode acabar em tragédia também! E como você vai ficar, no mínimo, mais de três horas de pé, o salto pode virar outra chateação. Escolha aquele seu tênis mais velhinho, que você tem certeza que é confortável, ou aquela bota sem salto que é super tranquila de usar, seus pezinhos vão agradecer (e os pés das outras pessoas também!)

coisasessenciais

Essas são as coisas importantíssimas que você deve levar para o show e que cabem em qualquer bolsa pequena. Protetor solar também é bom levar, caso for um show de dia. Se parecer que vai chover, leve uma capa de chuva dobradinha também que não ocupa muito espaço. Band aid, apenas um ou dois já basta.

É isso aí, acho que se você seguir essas dicas você poderá se divertir bastante e ter um show bem agradável! E aí, quem aqui tem algum show para ir e de qual banda? Me contem dos comentários! 😀

Beijinhos,

=)

Filmes incríveis para ver em Setembro

ermerged

E aí, gente! Eu sei que setembro já está na metade de setembro, mas eu achei uma ideia legal dar algumas sugestões de filmes para animar um pouquinho esse mês que nem fede, nem cheira. Eu gosto de setembro porque finalmente costuma chover um pouco na minha cidade e fica friozinho e, como todo mundo sabe, ver filmes de baixo do cobertor com pipoca e guaraná é o melhor programa quando o clima está assim!

Separei os filmes em 6 categorias para vocês decidirem qual vocês estão com mais vontade de assistir. Eu, por exemplo, quando cismo que quero ver filmes de romance no dia, eu quero e pronto, não assisto mais nada! Então estou facilitando o trabalho que dá para decidir, hehe 🙂

Aliás, esses são os filmes que eu mais estou gostando ultimamente, então se vocês gostarem tanto quanto eu, me deixe saber nos comentários! Estou pensando seriamente em começar a escrever resenhas de filmes interessantes aqui para o Letíciando, o que vocês acham? Não que eu seja algum tipo de crítica de cinema, mas eu gosto de dar meu pitaco.

Sem mais enrolações, aqui estão os filmes, espero que curtam! ❤

Romance

Terror

Suspense

Ação

Ficção cientifica

Comédia

Quem quiser me indicar um filme maneiro para ver nesse mês eu super aceito, tá? Espero que tenham gostado das sugestões! 😀

Um beijão,

=)

Como era a vida nas comunidades hippies dos anos 60

Durante os anos 60 e 70, principalmente nos Estados Unidos, a cultura hippie começou a se expandir e ficar cada vez mais popular, dela se originou as utópicas comunidades hippies. As comunidades eram grupos de pessoas cansadas da violência que assombrava o país na época e que se juntaram para viver em vilas perto de florestas. Lá seguiam o estilo de vida que acreditavam ser o ideal.

Cada comunidade era diferente, algumas eram severamente religiosas enquanto outras não. Do mesmo modo, as drogas eram permitidas em algumas comunidades, mas eram proibidas em outras. Lá os homens, mulheres e crianças conviviam bem e consideravam uns aos outros como uma grande família. Era comum construirem as próprias casas e plantarem os alimentos que consumiam. Mas sabe o que todas essas comunidades tinham em comum? Elas sempre tinham como base a paz e o amor!

A fim de mostrar esse estilo de vida natural, a revista LIFE fez uma reportagem especial, em 1969, sobre essas comunidades. O fotográfo responsável pela matéria, John Olson, registrou diversas cenas raras e hoje podemos ter um gostinho de como eram essas vilas de 50 anos atrás.

A matéria você pode conferir aqui, mas ainda assim vou postar algumas fotos que achei que valem a pena compartilhar pra um post no maior estilo “túnel do tempo”, hehe 🙂

comunidades-hippies6 comunidades-hippies8 comunidades-hippies7 comunidades-hippies1 comunidades-hippies15hippie-commune-the-farm-3 comunidades-hippies5

E aí, quem mais acha que nasceu na época errada? Haha 😀 Me contem o que acharam!

Beijos, paz e amor,

=)

Porque um adolescente merece ir além de “aprovado no vestibular”

adolescente

Como eu já havia dito em uma outra crônica que postei aqui no blog, minha adolescência passou em um piscar de olhos. Claro que, para alguns, eu ainda sou adolescente, mas na escala de idades do The Sims, eu gosto de me classificar como jovem adulta, então eu sustento o que digo quando falo que minha adolescência ficou para trás. Dando uma boa olhada nela, foi ótima, porém teria sido muito mais aproveitada se eu não estivesse cheia de pressão por parte de todos.

Adolescência é aquela época boa da vida das primeiras experiências, tipo a primeira paixão. É tão boa, que infelizmente, só dá para perceber que é boa quando deixamos passar. Uma das principais pressões que colocavam em mim era sobre o que eu queria escolher no vestibular. Todos ralhavam quando eu falava que queria fazer Artes Plásticas. Uns diziam que não dava dinheiro e o mercado era pequeno, outros falavam que era apenas uma fase minha. Enfim, escolhi o jornalismo e não cheguei a ficar tão paranoica com o vestibular como muita gente da minha idade tinha ficado.

Nos dias atuais, é motivo de orgulho falar que Fulana ficava 14 horas por dia estudando e passou no vestibular de medicina da Federal. Muito bom para Fulana, sério, não tiro o mérito dela. Mas talvez tenha sido um pouco demais? Pense em todas as coisas que ela perdeu em prol de ficar 14 horas por dia decorando um monte de coisas somente para uma prova.

Eu realmente acho terrível ocupar completamente os poucos anos de adolescência, que nunca mais vão voltar, com algo que você terá que fazer durante o resto da sua vida. É um pouco triste pensar que é necessário estudar o dia inteiro para conseguir uma vaga em um curso superior público, já que não é realmente algo para todos.

Claro que não estou falando para os adolescentes deixarem de estudar. Estudar para algo importante como o vestibular é essencial, ainda mais se a concorrência for grande, é mais do que necessário correr atrás e garantir o seu. Porém, eu acho que a pressão que é posta sobre os adolescentes durante essa parte da vida pode fazê-los perder a melhor parte dela, entende?

Do mesmo modo que os ensinam que as grandes responsabilidades estão chegando, devem mostrar que não são nenhum bicho de sete cabeças e cada coisa tem seu tempo. Acho que não há nada pior do que um adolescente que vive como um adulto ou um adulto que pensa que ainda é adolescente. Então, está aí o meu porquê de que os adolescentes merecem mais do que um “aprovado no vestibular” como conquista de vida. A vida é cheia de conquistas, parte delas só são possíveis quando somos jovens, o vestibular é uma delas, mas não deixe parar por aí. 🙂

Beijão,

=)

P.S.: Desculpem o sumiço! Feriadão tava aqui, sabecoméné, hehe 😀

Wishlist: Setembro (só boniteza!)

Oi, gente bonita! Lembram quando eu falei que o meu quarto estava um pouco sem graça e que eu queria mudar um pouco ele? Pois bem. Como quero dar novos ares para o meu quarto, dei uma pesquisada em itens de decoração que podem deixar o cômodo mais legal e do meu jeitinho e acabei encontrando a loja Diseño e desde então estou apaixonada!

Lá tem várias coisinhas lindas que dão aquele toquezinho especial e divertido para os ambientes que eu curto demais da conta. O mais legal é que eles são focados na loja online, então a atenção com o cliente é total, mesmo à distancia.

Agora que setembro chegou, finalmente decidi fazer uma listinha das coisas que quero comprar para deixar meu quarto mais alegre e são tão bonitinhas que, como sempre, vim compartilhar com vocês!Se vocês gostarem, aconselho a dar uma olhadinha, porque os leitores aqui do blog tem desconto! Ebaa! 😀

É só usar o cupom leticiando10%diseno que você ganha 10% de desconto para qualquer produto lá do site! 🙂

Agora vem olhar a minha Wishlist de Setembro, porque eu separei um monte de coisas legais não só para o quarto, mas para a casa inteira, hihihi.

WISHLIST

1. Copo com Tampa e Canudo de Donuts – 2. Aparador de Livros da Ponte Londrina Preta – 3. Caixa de Chá em Metal – 4. Caderno do jogo Tetris – 5. Porta Bijuterias de Árvore – 6. Vaso Moldura Swing – 7. Cofre Caveira Crystal Azul – 8. Cabideiro de Londres – 9. Luminária do Luar –  10. Almofada de Polvo – 11. Conjunto de Almofadas Sound System

Tomara que vocês gostem tanto quanto eu ❤ Na loja virtural da Diseño tem muito mais coisa legal para conferir, vale a pena dar uma olhadinha!

diseno

Twitter | Facebook | Instagram

Beijos beijos,

=)

5 coisas que aprendi com a faculdade de Jornalismo

lol

Para quem não sabe, estou no quarto período de jornalismo, ou seja, já está meio caminho andado para a minha sonhada colação de grau. Todo mundo que já fez faculdade, ou faz e está em um período mais avançado, sabe que aos poucos a mágica vai se perdendo em meio das provas, atividades, trabalhos, palestras e etc. Jornalismo é uma ótima faculdade e eu não me arrependo nem um pouco de ter escolhido ela e, felizmente, ainda há um pouco da mágica dela pra mim (se não houvesse, eu não estaria aqui escrevendo esse post, haha).

Bom, como muita gente fica indecisa se é uma boa ideia ou não escolher cursar jornalismo, resolvi fazer uma listinha das lições que aprendi com o curso para dar um pouco mais de noção sobre o que você vai encontrar por lá. Mesmo que você não queira fazer jornalismo, tem umas curiosidades bacanas que acho que você vai gostar de saber! 🙂

Sem mais delongas, aqui estão as cinco coisas que aprendi com a faculdade de jornalismo:

Apuração é a alma do negócio –  Eu sei que essa pode parecer um pouco óbvio, falando assim, mas é realmente verdade. Toda notícia, antes de ser transmitida para outras pessoas, precisa ser apurada. Muitas vezes, na euforia de dar a notícia antes que o concorrente, ela pode vir com informações tortas ou completamente erradas. Basicamente, jornalismo é apurar, apurar, apurar. Acreditem, não tem nada mais bad do que publicar uma retratação de alguma notícia dada (retratação é quando um jornal explica que a notícia estava errada e, geralmente, se desculpa com o público).

Sempre há dois lados da mesma história – Nem todos os jornais parecem saber disso, pelo o que vejo por aí. Mas não importa o quão o terrível for um caso, sempre vai haver dois lados. Seguindo a linha do primeiro item, muitas vezes os jornais vão omitir uma parte da história para fazer as coisas parecerem o que não são e colocar o público contra ou a favor de tal lado. Um jornalista tem que aprender a ouvir e se retirar da matéria. Acho que esse item não vale apenas para o jornalismo, mas para a vida também, não acho certo julgar alguém antes de saber o lado da pessoa.

Tempo é sagrado – A deadline é o prazo final para a entrega de algo e deve ser respeitado. Não só em uma redação, mas na sala de aula a deadline é algo muito importante também e os professores costumam ser bem rígidos em relação a isso no curso de Jornalismo. É um compromisso, porque geralmente é muito difícil mudarem o tempo limite para se entregar algo, ou seja, é essencial se organizar para não dar problemas.

Não é só de jornal que vive um jornalista – Quando eu entrei na faculdade, imaginei que ao me formar em jornalismo eu tinha duas opções: ser jornalista ou ser assessora de imprensa. Mas não é bem assim, não. Para a minha felicidade, descobri que a área do jornalismo é bem ampla, jornalistas podem trabalhar em revistas, portais, blogs (hehe), comunicação interna, marketing e muitas outras coisas! Por ter uma grade de matérias bem versátil, acabamos aprendendo de tudo um pouco.

É essencial procurar saber mais – Ainda na faculdade é muito comum ter que falar de diversos assuntos. Jornalismo não é um curso que tem uma rotina, sempre tem algo novo para comentar ou escrever sobre, você querendo ou não. Para nunca fazer feio, claro, o ideal é sempre buscar saber mais. Vai falar sobre política? Sempre é bom dar uma pesquisada nos cargos e funções. Vai falar de moda? Sempre é bom ver quais são as últimas tendências. Esportes? Leia um pouco sobre os times e suas histórias. Mesmo que seja algo que você use em apenas em uma matéria, é conhecimento que você vai carregar com você e, como diz o ditado, conhecimento nunca é demais.

Claro que não foi tudo o que aprendi com a faculdade, mas acho que essas foram as coisas mais importante/legais que tenho para compartilhar. Muitas desses tópicos podem valer para blogueiros também, não somente para jornalistas.

E aí? Curtiram? Me contem nos comentários! 🙂

Beijão,

=)

Motivos para ter um caderno de ideias (e como começar o seu!)

sjdsjd

Sabe aquela ideia sensacional que você teve enquanto estava no ônibus, que você tinha certeza que não iria esquecer quando chegasse em casa e… esqueceu? Pois é, minha gente, também já sofri do mal crônico de ter ideias ótimas e, por confiar demais na minha cabeça, esquecer delas. É chato e desgastante, porque quanto mais você tenta se lembrar, mais cansado e menos concentrado em outras coisas você fica.

Resolvi então, virar adepta daquela ideia clichê que todo mundo já conhece e não dá muita bola: comprei um caderno para anotar minhas ideias. Olha, vou te contar, achei que não faria diferença, mas não é que fez? Anotar ideias desocupa muito a cabeça, você não tem que pensar naquilo o tempo todo e pode se concentrar em outras coisas que pedem mais atenção.

Claro que tem gente que prefere, simplesmente, anotar tudo no celular, mas eu acho que pegar e escrever caneta no papel ajuda muito mais, ainda porque você pode viajar, rabiscar, desenhar e sei lá mais o que sua ideia pode demande.

Para quem quiser começar a fazer como eu, a receita é simples: um caderninho que caiba na bolsa, um caneta e ideias. Simples, né? Nem parece que dá certo! Existem tantos jeitos para anotar uma ideia que eu nunca conseguiria listar todos. Tem gente que gostar de escrever tudo aleatoriamente nas páginas, outras preferem datar e separar por espaços, há quem goste de anotar uma ideia atrás da outra em sequencia, etc.

No começo pode até ser um pouco complicado e você pode não saber exatamente o que anotar para expressar completamente sua ideia, mas aos poucos você vai pegando o jeito e descobrindo qual modo é o melhor para sua cabeça (afinal, só você vai ler o caderno mesmo).

Uma dica legal é ir riscando as ideias à medida que ir utilizando! Outra coisa legal é comprar aqueles cadernos que já vem com um elástico para pôr a caneta, são super práticos e não é necessário caçar a caneta na bolsa. Ou, se você gostar de carregar na bolsa canetas de cores diferentes, dá para distinguir ideias uma das outras (como ideias para a casa de uma cor, ideias para um texto de outra, para uma festa outra, etc).

Se você se interessar, vou colocar aqui em baixo alguns modelos legais de caderno para você dar uma olhadinha e começar o seu. Claro que são apenas sugestões porque são cadernos bonitinhos, mas dá pra usar também aqueles cadernos mais simples que se vende em papelaria. 🙂

dpsldp

1.  Série Amabilité – Amelie – Libretto | 2. Caderneta com Pauta Waves – Joy Paper | 3. Série Inventário dos Sonhos – Café, canela & Chantily – Libretto | 4. Ciceros Sketch Collection 2012 | 5. DC Comics – Wonder Woman | 6. Star Wars – Storm Trooper | 7. Cicero Papelaria Essenciais

Se você decidir começar seu caderno de ideias, me conta nos comentários! Tomara que o post tenha sido útil ❤

Um beijo,

=)

Arte no céu: ilustrações de Thomas Lamadieu

Quem vive em cidade grande sabe o quão claustrofóbico pode ser morar entre vários prédios e edifícios e ter uma visão limitada do céu. Acontece que os espaços entre os telhados, onde o céu é visível, formam algumas formas geométricas legais para fotografar e, não só isso, para ilustrar também. Pelo menos é o que o artista francês Thomas Lamadieu deve pensar quando cria suas ilustrações super criativas e divertidas.

Os espaços entre os prédios são inspiração para diferentes personagens e cenários e para encontrar pontos de vista incomuns, Lamadieu visita vários países como Espanha, Coréia do Sul, Alemanha, França, Canadá e Estados Unidos. Honestamente, eu fiquei impressionada com a criatividade dele, eu nunca conseguiria ter a ideia de transformar o espaço entre telhados em ilustrações, por isso ele entrou pra lista de artistas que mais admiro!

Eu adoro ver as situações cômicas que ele produz dentro do espacinho visível do céu. Afinal, o cenário já é tão colorido que ele produz ilustrações mais monocromáticas, o que dá um belo de um contraste, né? Se você quiser acompanhar o trabalho dele também, é só acessar o site ou o Facebook dele. Vale muito a pena!

New-York-2 2up lamadieu-3lamadieu-6Berlin_1New-York-3

Incríveis, né? Me contem depois se gostaram tanto quanto eu! ❤

Beijão,

=)